8 de jan de 2009

a ponto de evitar um diálogo grosseiro

a revolucionária me veio com um livro de auto-ajuda. disse que o sucesso seria a repetição. repetição. repetição. repetição. repetição. a operadora de telemarketing tentou filosofias: 5 conto na banca da paulista, só que é papel de jornal - só um momento, senhora. / só um momento, senhora. / só um momento, senhora. Assim, fiquei preparada para não comprar a idéia, nem mesmo tomá-la emprestada. Pode crer. Alguma coisa mais que eu poderia retribuir? Eu pensei: quando não se acha o final da reta, se faz um círculo. Nada de pensamentos brilhantes, baby. Nada de ser tão esquisita por modismo, honey. Nada, nada disso. Então escuta que há uma porção de coisas por aí e que não estou interessada nas calotas do seu voyage: ando sabendo que você fez por amor mesmo, pra levar a sua garota para praia grande, então, preferiria que não me confessasse essa tua incapacidade de solidão ou seja lá o que freud preferir chamar (jung anda mais em voga ultimamente) entre as bibocas das malditas calotas e o óleo que escapa do motor - quanto essa lataria daria nas marginais para te livrar da idéia de que não vai a lugar algum?

(bobagem. preferiria que eu concordasse que elas forjam uma roda de dois paus; Então me diga ao menos: elas são daquelas que quanto mais você acelera mais parecem que rodam ao contrário? Há.)

mas vamos. vamos embora pra nos vermos amanhã. Hoje uma dose a menos de cinismo. A tal da revolucionária tava recitando o veneno que evitou a marginal para desviar pela contorno - com a corda toda, sabe. E esse anticristo amarelado, sheylla, esse anticristo amarelado, ai, esse anticristo amarelado - quem sabe ainda o escutará rindo e fazendo caretas na contra-capa. Mas, sheylla, eu já estou dormindo. Seu nome me deu sono, com todo o respeito. Eu te juro que não foi por altruísmo que eu me comovi, foi só porque eu me comovo e porque não me tranquei no subsolo. Então, acredite, acredite mesmo. Isso não deveria ter tanta importância, sabe, eu ainda estou num berço e essas palavras são móbiles coloridos girando e girando enquanto o bebê berra por leite - cry baby cry / make your mother sigh - nada demais, sabe. É que por mais que isso se solucione pra você, não se encerra pra mim: hã hã, princípio básico, honey, troque os títulos com a revolucionária se preferir.

_ Não é mesmo verdade?

Mas seria de uma ousadia sem tamanho encurtar esse piscar de olhos num som que me demandava a noite inteira. Deve haver outra maneira de te satisfazer, deve ter outra metáfora verossímil ou mais uma dessas antíteses por uma pataca;

_ Hein?

_ Pode crer.

Sheylla vai me chamar pra fumar por msn. Ele vai me oferecer seu celular por 100 conto "tem bluetooth". Ela vai me falar de linguagem corporal e aforismos lá vai "Uma caminhada de mil passos .... ... ...”, mas scotch não faz espuma ou bolhinha e no mais o que me diriam desse círculo que diminui / diminui / diminui / diminui até se parecer com um pontinho e outro pontinho e outro pontinho

2 de jan de 2009

constatação.

Só hoje vieram me avisar que aquele senhor sentado duas cadeiras à direita da minha antipatia era mesmo Jesus Cristo.