8 de nov de 2010

Zeitgeist.

_ na rua do catete L. disse que finalmente conseguiu passar no exame de direção e decidiu há pouco que irá até angra sozinha: cabelos ao vento no seu pálio 98 ouvindo alguma balada de refrões óbvios e explosivos no próximo sábado ensolarado.

_ S. avistou uma borboleta campestre em plena rebouças ao claro das 17:56. respirou fundo e forjou um cheiro de azaléias do jardim de sua avó que quase nunca viu. resolveu deixar a noite augusta de lado para ler sartre no parque da luz no domingo.

_ R. pensou em alguma poesia enquanto descia a rua da bahia e quando pisou na afonso penna descobriu que a rima estava bem debaixo daquela sombra projetada às 15:28 pelas árvores do parque municipal.

É tempo de verão e o que poucos notaram foi que subiram um tom no jingle da coca-cola entre os intervalos da novela de noites abafadas.