6 de abr de 2017

Mala na Cama

Á Denise Belo

A mala mais uma vez defronte
Coisa onde se guarda o que
Estronde esta vontade
de sair
De fazer mar onde
se esconde o
ar que mais
denso
responde à
capacidade
de submergir
em ruas
semáforos
aos sinais
aos transeuntes
às espirais
ao manejar
ao que circunte
por necessidade
essa maneira de
gritar
essa vontade de
ver
o mar
de voltar
a ressaca
ao respirar
do verso
esticado
em peças
desertos
utensílios
a bolsa
aberta
e a vontade de te ver



Nenhum comentário: