7 de mar de 2017

Blank Blink.

à Caroline Drummond

a tela pisca pra ela
mas nada sai da testa
pois de a tela assim
falasse
baudelaire estaria
com Dante
que estaria
com Rousseau
Diante da barca
do nada

ela, às vezes,
fica parada
fuma seu cigarro
de palha
não pensa no
nome, não pensa
no bizarro
processo
não pensa
no poço 
infindo
de Bandeira
na mulher só
a carne e osso
na Estevão Pinto
mandando
neguim pra Cuba

ela não ouve políticas
so seu loro
so o som da piscina
so o miquinho
trepando proximo
a rua do
ouro

ela respira
lembra que e de
Touro
o café e um vinho
um cigarrinho
a retorno
ao
Porto

ela levanta
o mundo nao
mexe
inerte
irracível
imbecil
idiota
antes que apenas

desperte

OUVE SAPORRA

Nenhum comentário: